Você está aqui:   » Mensagens  » Estudos para célula
Quando o propósito de Deus vem à luz - Pr. Rafael Reis
Aprenda com Rute os fatores que determinam o cumprimento do propósito de Deus para nós

Noemi foi uma mulher que sofreu as consequências da estupidez de seu marido. Vendo-se nessa situação, ela resolveu voltar para Belém e é nesse ponto que começa a nossa história. Em Rute 1.1-17 vemos que no dia em que Noemi tomou a decisão de voltar par Israel, ela se tornou um canal de Deus para trazer a luz um propósito profético do Senhor, extremamente importante. Nessa volta nós vamos encontrar três personagens importantes que vão ajudar a trazer a luz o propósito de Deus. Cada personagem aponta para um tipo de evento inevitável na vida de um homem ou uma mulher de Deus. O propósito de Deus vem à luz:

I – QUANDO HÁ SEPARAÇÃO (Vv.12-14)

1. Noemi está viúva, e resolve voltar para sua cidade natal. Em princípio, as duas noras dizem que voltariam com ela. Mas Noemi insiste para que elas não façam isso, que cada uma siga o seu rumo. Na verdade aquelas palavras de Noemi foi um teste para suas noras. E diante da oportunidade, Orfa com um beijo se despediu de sua sogra e foi embora cuidar dos seus interesses pessoais.

2. Eu sei que no meio evangélico se pensa que Deus une e o Diabo separa. Mas precisamos entender melhor essa questão. Divisão não é de Deus, mas separação é de Deus. Ás vezes para que o propósito de Deus possa se cumprir tem que haver uma separação (obviamente não me refiro ao casamento). A Bíblia está cheia de exemplos de separações que aconteceram no passado:
a. Na Criação do Mundo: Os primeiros atos de Deus na criação do mundo, foi operar a separação – Gn.1.4,6,9 (Viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as trevas... E disse Deus: haja um firmamento no meio das águas, e haja separação entre águas e águas... E disse Deus: Ajuntem-se num só lugar as águas que estão debaixo do céu, e apareça o elemento seco. E assim foi).
b. Abraão e Ló: Houve um dia em que Abraão e Ló não puderam mais andar juntos – Gn.13.8,9 (Disse, pois, Abrão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti, e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos irmãos. Porventura não está toda a terra diante de ti? Rogo-te que te apartes de mim. Se tu escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, irei eu para a esquerda). 
c. Isaque e Ismael: Deus disse que o filho da promessa não deveria ser criado com o filho da escrava – Gn.21.8-14 (Porém Deus disse a Abraão: Não te pareça mal aos teus olhos acerca do moço e acerca da tua serva; em tudo o que Sara te diz, ouve a sua voz; porque em Isaque será chamada a tua descendência. Mas também do filho desta serva farei uma nação, porquanto é tua descendência. Então se levantou Abraão pela manhã de madrugada, e tomou pão e um odre de água e os deu a Agar, pondo-os sobre o seu ombro; também lhe deu o menino e despediu-a; e ela partiu, andando errante no deserto de Berseba).
d. Esaú e Jacó: Eram gêmeos, mas não puderam andar juntos para que o propósito de Deus não fosse abortado – Gn. 33.12-17 (Assim voltou Esaú aquele dia pelo seu caminho a Seir. Jacó, porém, partiu para Sucote e edificou para si uma casa; e fez cabanas para o seu gado; por isso chamou aquele lugar Sucote).
• Você precisa deixar que Deus remova de sua vida aquelas pessoas que estão impedindo o cumprimento do propósito de Deus. Coloque isso no seu coração. Nem todos andarão toda a vida com você. Algumas pessoas precisam de fato sair da sua vida para que você possa romper em Deus. Não fique chorando quando Orfa for embora. Apenas deixe-a ir.

II - QUANDO HÁ UM AMBIENTE DE ALIANÇA

1. Rute é alguém que Deus coloca como refrigério em sua vida, para permanecer ao seu lado quando Orfa vai embora. Rute é aquela pessoa que está comprometida com uma aliança espiritual que é mais forte do que as circunstâncias. E você precisa entender que muitas vezes Deus vai colocar alguém de aliança que será Rute na sua vida. Mas muitas vezes ele vai levantar você para ser Rute na vida de alguém.
Diferente da atitude de Orfa, veja as palavras de Rute: Rt.1.14-18 (Então levantaram a sua voz, e tornaram a chorar; e Orfa beijou a sua sogra, porém Rute se apegou a ela. Por isso disse Noemi: Eis que voltou tua cunhada ao seu povo e aos seus deuses; volta tu também após tua cunhada. Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti. Vendo Noemi, que de todo estava resolvida a ir com ela, deixou de lhe falar).
Veja o nível de aliança de Rute. As suas palavras são tão fortes que podem ser aplicadas aos votos de casamento sem nenhum prejuízo. E a pessoa que entender o coração de Rute entende as implicações de uma vida de aliança:
• Um dos principais valores do Reino de Deus é vida de aliança. Mas só quem tem o coração de Rute entende esse nível.
• Nada grandioso foi feito por um homem apenas. Você precisa estar associado às pessoas que estão buscando a mesma coisa que você. E Rute foi a pessoa que se associou ao Noemi.
• Sabe o que é interessante nessa história? Depois que Orfa partiu você nunca mais ouve falar em Orfa. Mas Rute se torna uma personagem importantíssima para o cumprimento do propósito de Deus, que era trazer o Messias ao mundo.

III – QUANDO ALCANÇAMOS O FAVOR DO SENHOR (Vv.2.1-13)

(E tinha Noemi um parente de seu marido, homem valente e poderoso, da família de Elimeleque; e era o seu nome Boaz. E Rute, a moabita, disse a Noemi: Deixa-me ir ao campo, e apanharei espigas atrás daquele em cujos olhos eu achar graça. E ela disse: Vai, minha filha.
Foi, pois, e chegou, e apanhava espigas no campo após os segadores; e caiu-lhe em sorte uma parte do campo de Boaz, que era da família de Elimeleque. E eis que Boaz veio de Belém, e disse aos segadores: O SENHOR seja convosco. E disseram-lhe eles: O SENHOR te abençoe. Depois disse Boaz a seu moço, que estava posto sobre os segadores: De quem é esta moça? E respondeu o moço, que estava posto sobre os segadores, e disse: Esta é a moça moabita que voltou com Noemi dos campos de Moabe. Disse-me ela: Deixa-me colher espigas, e ajuntá-las entre as gavelas após os segadores. Assim ela veio, e desde pela manhã está aqui até agora, a não ser um pouco que esteve sentada em casa. Então disse Boaz a Rute: Ouves, filha minha; não vás colher em outro campo, nem tampouco passes daqui; porém aqui ficarás com as minhas moças. Os teus olhos estarão atentos no campo que segarem, e irás após elas; não dei ordem aos moços, que não te molestem? Tendo tu sede, vai aos vasos, e bebe do que os moços tirarem. Então ela caiu sobre o seu rosto, e se inclinou à terra; e disse-lhe: Por que achei graça em teus olhos, para que faças caso de mim, sendo eu uma estrangeira? E respondeu Boaz, e disse-lhe: Bem se me contou quanto fizeste à tua sogra, depois da morte de teu marido; e deixaste a teu pai e a tua mãe, e a terra onde nasceste, e vieste para um povo que antes não conheceste. O SENHOR retribua o teu feito; e te seja concedido pleno galardão da parte do SENHOR Deus de Israel, sob cujas asas te vieste abrigar. E disse ela: Ache eu graça em teus olhos, senhor meu, pois me consolaste, e falaste ao coração da tua serva, não sendo eu ainda como uma das tuas criadas
).

1. É interessante que no caminho de Rute aparece um homem chamado Boaz que vai usar de misericórdia e demonstrar favor para com ela. Quem é Boaz? Boaz é aquele que Deus levanta para investir em sua vida. Boaz é alguém que vem como resposta de Deus a uma vida de honra. Boaz é alguém que vem para redimir Rute de uma situação de dificuldade e torna-se canal da bênção de Deus na vida dela.
• Toda pessoa que vive no princípio da honra, um dia vai encontrar alguém que vai decidir investir em sua vida. Essa é a unção de Boaz que virá sobre a sua vida! Boaz, portanto é a unção do favor que vêm de graça sobre a vida de uma pessoa. A unção do investimento.
• A unção de Boaz, é a unção que honra o desprezado, o humilhado, o que não tem nada, o que precisa de tudo. A unção que te favorece quando ninguém aposta em você.
Gn. 4:13 (Assim tomou Boaz a Rute, e ela lhe foi por mulher; e ele a possuiu, e o SENHOR lhe fez conceber, e deu à luz um filho. Então as mulheres disseram a Noemi: Bendito seja o SENHOR, que não deixou hoje de te dar remidor, e seja o seu nome afamado em Israel.
Ele te será por restaurador da alma, e nutrirá a tua velhice, pois tua nora, que te ama, o deu à luz, e ela te é melhor do que sete filhos.
E Noemi tomou o filho, e o pôs no seu colo, e foi sua ama. E as vizinhas lhe deram um nome, dizendo: A Noemi nasceu um filho. E deram-lhe o nome de Obede. Este é o pai de Jessé, pai de Davi
).

MAS RUTE TEVE QUE TER ALGUMAS ATITUDES, para que este proposito viesse se cumprir.

Rute 2.1-7 (E tinha Noemi um parente de seu marido, homem valente e poderoso, da família de Elimeleque; e era o seu nome Boaz.
E Rute, a moabita, disse a Noemi: Deixa-me ir ao campo, e apanharei espigas atrás daquele em cujos olhos eu achar graça. E ela disse: Vai, minha filha. Foi, pois, e chegou, e apanhava espigas no campo após os segadores; e caiu-lhe em sorte uma parte do campo de Boaz, que era da família de Elimeleque. E eis que Boaz veio de Belém, e disse aos segadores: O SENHOR seja convosco. E disseram-lhe eles: O SENHOR te abençoe. Depois disse Boaz a seu moço, que estava posto sobre os segadores: De quem é esta moça? E respondeu o moço, que estava posto sobre os segadores, e disse: Esta é a moça moabita que voltou com Noemi dos campos de Moabe. Disse-me ela: Deixa-me colher espigas, e ajuntá-las entre as gavelas após os segadores. Assim ela veio, e desde pela manhã está aqui até agora, a não ser um pouco que esteve sentada em casa
).

O livro de Rute nos mostra como uma pessoa pode sair de uma situação de total falência e ter a sua sorte mudada para cumprir o propósito de Deus. Na situação de carência e grande necessidade, Rute resolve ajudar a sua sogra e fazer alguma coisa pela sobrevivência dela e da sogra e vai buscar as sobras da colheita dos campos vizinhos. Lá no trigal, ela encontra uma pessoa que mudará o rumo de sua vida: um homem chamado Boaz, que se levanta, como o grande remidor de Rute. Mas, quais foram as atitudes de Rute que permitiram que o propósito de Deus fosse gerado? E o que podemos aprender com ela para também gerar o propósito de Deus em nossa vida?

I – A INICIATIVA (Vv.2)
1. No verso 2, Rute, a moabita, pediu a Noemi para ir ao campo respigar espigas. A iniciativa foi de Rute. Ela não esperou que algo acontecesse por si só. Ela se dispôs a ir à luta. A ação é sempre melhor do que a falta dela. Rute entendeu que precisava fazer algo. Muitas pessoas abortam o propósito de Deus na sua vida, porque há uma situação acontecendo em que elas precisam agir, e muitos simplesmente se omitem. Não fazem nada, não têm iniciativa nenhuma.
• Isso é um princípio: Mudanças acontecem quando nos dispomos a mudar! Quando queremos que uma situação não continue do jeito que está precisamos agir. Mas infelizmente muitos assumem uma atitude passiva em nome da fé e não se dispõem a fazer nada mudar a situação.
• Você precisa acreditar no poder da iniciativa, de se levantar da cama e fazer algo para mudar a situação presente. Até porque o melhor slogan da fé é: confie em Deus e vá à luta!
• Não permita que a vida passe e enquanto você fica esperando que as coisas aconteçam por si só. Mexa-se. Faça alguma coisa. Procure ajuda. Vá atrás de outro emprego, converse com o seu patrão. Sente-se com o seu cônjuge para entrar em acordo. Discipline seu filho. Faça algo e não se acomode. A iniciativa é o poder que transforma a fé em ação!

II – A OUSADIA (Vv.2)
1. Veja a atitude de Rute no verso 2: “Apanharei espigas, atrás daquele em cujos olhos eu achar graça.” Em outras palavras: “eu vou de campo em campo, quem deixar eu entrar ali apanharei as sobras. Vou me arriscar!". Ela não tinha garantia de que alguém iria deixá-la entrar. Ela se arriscou!
2. Já estava na época da colheita quando Rute disse: “Eu vou procurar um campo de cevada e nesse campo eu vou respigar, pode ser que me permitam ou pode ser que me expulsem. É um risco que eu vou correr. Mas eu vou. Pode ser que alguém me diga: Entre! E pode ser que alguém me diga: Caia fora! Mas eu vou!”. Só é capaz de correr riscos, quem tem coragem e ousadia. O medroso nunca vai se arriscar em nada. E por isso mesmo nunca vai conquistar nada. Aqueles que tentam e fracassam, ainda assim, são melhores do que aqueles que vivem sem nunca tentar nada.
3. Rute é um exemplo para nós de alguém intrépida. Alguém que se levanta, e sai à luta. Ela vai ao campo sem saber o que lhe espera, mas ela vai. Ela ousou. Ela se expôs ao perigo. Ela correu riscos. Diante das circunstâncias adversas, não retroceda. Coragem! O reino de Deus é para os ousados espiritualmente. Gente que acredita e porque acredita se lança, corre riscos. Gente que não se deixa vencer pelo medo. Porque o medo nos paralisa, mas a fé nos impulsiona para frente.

III – A PERSEVERANÇA (Vv.3)
1. Observe o que diz o ver 3: “Apanhava espigas no campo após os segadores.” Em seguida diz: “e por acaso”. Aconteceu algo acidental! Uma grande coincidência: ela caiu exatamente no campo de Boaz que era parente de Elimeleque, e o homem era riquíssimo. Alguém pode dizer assim: “Que moça sortuda!” Mas a verdade é que quando você tem algumas atitudes você se torna um ímã que atrai bênçãos. Eu diria que Rute estava no lugar certo na hora certa. Coloque a sua vida nas mãos de Deus e coincidências incríveis começarão acontecer na sua vida.
Observe o que diz em Rute 2:7: "Disse-me ela: Deixa-me colher espigas, e ajuntá-las entre as gavelas após os segadores. Assim ela veio, e desde pela manhã está aqui até agora, a não ser um pouco que esteve sentada em casa". Aqui há um segredo: trabalhe muito, persevere sempre e descanse um pouco. Se você inverter essa ordem vai dar tudo errado. Tem gente que descansa muito, trabalha pouco e não persevera nada diante dos obstáculos.
Às vezes abortamos os propósitos de Deus, porque queremos fazer grandes conquistas sem trabalho e sem perseverança. Precisamos de perseverança nos empreendimentos, nos estudos, no casamento e na vida cristã. Você precisa de perseverança para gerar o propósito de Deus na sua vida. Perseverar na fé, perseverar na caminhada, perseverar na oração - Lc. 18.1-8 (E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer,Dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem. Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário. E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens, todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito.E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz. E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra? E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano.
O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: O Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado. E traziam-lhe também meninos, para que ele lhes tocasse; e os discípulos, vendo isto, repreendiam-nos. Mas Jesus, chamando-os para si, disse: Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais, porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como menino, não entrará nele. E perguntou-lhe um certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?
)

O final dessa história é interessante. Depois que Orfa abandona Noemi, nós não vemos falar mais nada dela. Ela desaparece. Mas Rute vai encontrar um Boaz. Boaz vai ter atitudes de generosidade para com ela, vai casar com ela e através desse casamento virá à luz a ascendência do Messias, Jesus Cristo.

 

Pastor Rafael Reis

CAA no Twitter

CAA no You Tube


CAA no Facebook
Conecte-se
Atos dos Apóstolos no Facebook    Atos dos Apóstolos no Twitter    Atos dos Apóstolos no You Tube    Atos dos Apóstolos no Google
Atos dos Apóstolos
Setor SCIA Quadra 14 Conjunto 5, Lote 11, Zona Industrial (Guará) Cidade do Automóvel, CEP 71250-125 - Brasília - DF - Tel: 61 3037-9638
© Copyright Comunidade Atos dos Apóstolos 2012. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento e hospedagem: Top 7 Tecnologia